Qual a origem do dinheiro?

O dinheiro está presente na sociedade há milhares de anos sendo algo relativamente escasso e que todos precisavam. Tendo várias formas ao longo dos anos, o dinheiro sempre teve um papel importante na história da humanidade até chegar ao dinheiro que conhecemos.

Confira neste artigo a origem do dinheiro e suas mudanças ao longo dos anos.

Qual é a origem do dinheiro?

O dinheiro é um meio de troca criado para facilitar as transações comerciais. Ele permite que as pessoas comprem e vendam bens e serviços sem ter que trocar bens ou serviços por outros bens, em vez disso, as pessoas podem usar dinheiro.

O dinheiro é um meio de troca criado para facilitar as transações comerciais.
Meio de troca. Fonte/Reprodução: original.

O dinheiro que utilizamos atualmente, surgiu por volta do século VII a.c. na cidade de Lídia, na Turquia, que para evitar fraudes de negociações feitas com ouro ou prata tanto pela parte do comerciante quanto pela do comprador, o governo de Lídia estabeleceu a primeira moeda criada pelo Estado com um valor fixo, gravando selos nas moedas de ouro e prata, pois a população aceitava como dinheiro e seu valor, aquilo que o Estado dizia ser dinheiro.

No entanto, o mais próximo do que conhecemos como dinheiro hoje, surgiu na cidade de Atenas, na Grécia, no ano 594 a.c., para solucionar uma crise econômica que afetava a cidade por falta de organização, na qual muitos agricultores ficaram endividados por falta de lucros de suas plantações e pela desigualdade gerada por agricultores que faziam negócios com agricultores do leste europeu, onde o terreno era melhor para o plantio de trigo. 

O estadista, Sólon viu como solução do problema “enganar” a população misturando cobre com a prata utilizada na produção de moedas deixando de fazer moedas puras dando origem às dracmas. 

Com o plano de Sólon em prática, as moedas utilizavam menos prata em sua fabricação, o que pode gerar a fabricação de mais dinheiro, com mais dinheiro circulando a economia de Atenas se estabilizou e os endividados conseguiram pagar suas dívidas e voltar a produzir. As dracmas foram o primeiro “dinheiro falso” da história o que gerou ao longo dos anos o dinheiro que conhecemos atualmente onde o que vale é o valor imprimido nas células ou dígitos na sua tela de computador, ou smartphone.

Como era o dinheiro no início dos tempos?

Como já mencionado, o dinheiro teve muitas formas ao longo das eras, a primeira delas foi a comida, depois dos humanos aprimorarem a agropecuária e agricultura, muitos donos de terra ofereciam comida em troca de mão de obra, iniciando a economia na história da humanidade, quanto melhor e com mais qualidade seu trabalho mais alimento você ganhava por ele. 

Os babilônios inclusive criaram os primeiros bancos a partir disso, os bancos eram silos onde o latifundiário guardava os grãos da colheita e seus trabalhadores tinham tabletes de argilas que marcavam a quantia de alimentos que podiam pegar, quanto mais tabletes, maior a quantidade de alimento podia ser pega. 

Inclusive esse sistema tinha um sistema de empréstimo bem parecido com o dos bancos atuais.

Com o fato de alimentos estragarem com o tempo, o sal o substituiu por seu valor em conservar carnes e pela sua dificuldade em ser extraído, a palavra salário teve origem a partir disto.

Com o fato de alimentos estragarem com o tempo, o sal o substituiu por seu valor em conservar carnes e pela sua dificuldade em ser extraído, a palavra salário teve origem a partir disto.
Alimentos estragarem. Fonte/Reprodução: original.

Depois do sal o que começou a ser utilizado como dinheiro foram metais preciosos por sua durabilidade, começando pelo cobre, até ser misturado com estanho e ter se originado o bronze que tempos depois foi trocado pela prata e ouro. 

Outro tipo de moeda que foi muito utilizado além dos metais preciosos foram as trocas feitas por itens de interesse, era bastante comum pessoas trocarem, pedras preciosas, penas de aves exóticas, animais, bebidas alcoólicas, tabaco e entre outros itens considerados valiosos por outros.

Como já dito antes, por conta de golpes que poderiam acontecer em comércios feitos com prata e ouro, os lidianos criaram a primeira moeda com valor imposto pelo estado e foi logo adotada a ideia e outros lugares do mundo. 

No entanto, pela dificuldade de se minerar esses metais, as fabricações de moedas puras eram escassas, o que causava menor circulação de dinheiro, gerando crises. O problema foi resolvido pelos gregos como já mencionado, com a criação do “dinheiro falso”, utilizando cobre com os metais preciosos em sua fabricação. 

Dinheiro: quais são os critérios para ter esse nome?

Para poder receber o nome e ser considerado dinheiro é necessário seguir os critérios de ser algo que todos queiram e precisam ser algo que não exista em grande abundância. 

Qual a importância do dinheiro atualmente?

O dinheiro é importante para movimentar à economia de um país, além é claro que possibilitar as pessoas a chance de cumprir suas necessidades básicas de vida, como comprar comida, roupas e ter moradia.

O dinheiro também pode oferecer status sociais para alguém de acordo com o valor monetário que ela possui

Quais os tipos de dinheiro?

De acordo com as Nações Unidas existem aproximadamente 180 moedas pelo mundo que são utilizadas por 195 países diferentes.

As principais moedas utilizadas no mundo são as seguintes:

  • Dólar Americano;
  • Euro;
  • Libra esterlina;
  • Iene;
  • Dólar Australiano;
  • Franco Suíço;
  • Dólar Canadense;
  • Renminbi (Yuan);
  • Peso Argentino;
  • Lira Turca.

Os tipos de moedas utilizadas atualmente no mundo podem ser chamadas pelos seguintes nomes:

  • Moeda;
  • Papel-moeda;
  • Moeda escritural;
  • Moeda nacional;
  • Moeda-mercadoria;
  • Moeda fiduciária.

Além desses tipos, existem atualmente as moedas virtuais, conhecidas como criptomoedas.

Quais notas raras que existem no Brasil?

No Brasil existem dois tipos de notas que são bem raras atualmente, são elas as notas de 1 real que pararam de ser produzidas no ano de 2005. E as notas de 10 reais feitas de plástico, produzidas em 2000 em comemoração aos 500 anos do país. 

Apesar dessas duas notas não serem mais produzidas, elas não saíram oficialmente de circulação, porém elas são bem raras de ser vistas atualmente, o que as tornam valiosas para colecionadores.

O que fazer se a nota estiver danificada ou rasgada?

É bastante comum encontrar no dia a dia notas com rasgos, rasuras ou danificadas de outras maneiras, mesmo não tendo perdido seu valor, notas assim precisam ser depositadas, trocadas ou usadas para pagamentos em algum banco. O banco enviará a nota para o Banco Central que irá destruir o dinheiro danificado.

Posso fazer pagamento com nota pela metade?

Como no caso de notas danificadas de alguma forma, notas de dinheiro pela metade ainda possuem seu valor, mas só podem ser usadas para depósitos, trocas e pagamentos em bancos para serem enviadas ao Banco Central.

Uma nota de dinheiro só perde seu valor caso ela esteja com menos da metade do seu tamanho de fabricação. 

Essa é a fascinante história da origem do dinheiro e de como ele foi mudando ao longo dos anos, e o que nos espera para o futuro com o crescimento das criptomoedas e o uso maior de cartões e transações virtuais.

1 comentário em “Qual a origem do dinheiro?”

Deixe um comentário