Qual a origem da sexta-feira santa?

Vamos conhecer a origem da sexta-feira santa, um dos feriados mais importantes para os cristãos e católicos.

Embora não tenha uma data definitiva em todos os anos, a sexta-feira santa é comemorada na primeira sexta-feira depois da primeira lua cheia no equinócio de março.

O que é a sexta-feira santa?

A sexta-feira santa é a data que simboliza os acontecimentos sobre a crucificação de Jesus Cristo como o julgamento, crucificação, sua morte e sepultamento. 

Quando começa e quando termina?

O feriado da sexta-feira faz parte do que conhecemos como semana santa e se inicia no domingo de ramos e termina no domingo de páscoa. 

O feriado da sexta-feira faz parte do que conhecemos como semana santa e se inicia no domingo de ramos e termina no domingo de páscoa. 
Semana santa. Fonte/Reprodução: original.

Alguns rituais são feitos durante esse período a fim de representar os últimos dias de Jesus na terra, gestos como o lava pés, a ceia, o silêncio no sábado de aleluia e a comemoração do domingo de páscoa com sua ressurreição são algumas dela. 

Por isso, sempre é lembrado que o verdadeiro sentido da Páscoa não é a troca de chocolates e sim a ressurreição de Jesus Cristo.

Qual foi a origem da sexta-feira santa?

Muito se acredita que origem da sexta-feira vem da Bíblia segundo as crenças religiosas, mas foi em 325 d.C que a data foi oficializada pelo Concílio de Niceia que foi responsável por determinar a doutrina da Igreja Católica, escolhendo seus livros sagrados e datas especiais.

Um fato interessante é que a origem da sexta-feira santa ou sexta-feira da paixão, especificamente “ paixão “ no latim, significa  sofrimento, exatamente o que Jesus passou em sua crucificação. 

Qual a finalidade da sexta-feira santa?

A origem da sexta-feira santa é justamente trazer à memória o sacrifício de Jesus, sendo um momento de reflexão e sobretudo a renovação da fé dos cristãos, relembrando não só a morte como a vida e os ensinamentos de Jesus.

Qual o motivo de não comer carne na sexta-feira santa?

Embora a bíblia não faça menção sobre não comer carne na sexta-feira santa, acredita-se que seja em respeito ao sangue derramado de Jesus, como forma de penitência, se afastando das vontades humanas, atrelado a isso, esse momento também está repleto de orações, jejum e outros sacrifícios.

Mas, hoje em dia, o ritual de ficar em uma quaresma (quarenta dias) da quarta-feira de cinzas até a sexta-feira santa se abdicando da carne vermelha tem sido cada vez menos utilizado, mas ainda feito por devotos cristãos mais tradicionais.

Ainda assim, a carne vermelha costuma ser retirada da mesa na sexta-feira da paixão e no domingo de páscoa.

Qual a importância da sexta-feira santa?

O sacrifício de Jesus é o maior ato de manifestação do amor de Deus para o mundo, pois seu amor é tão majestoso que enviou seu filho unigênito para salvá-lo. Assim como sua morte é importante, sua ressurreição também é de fato um marco na história do cristianismo. 

O sacrifício de Jesus é o maior ato de manifestação do amor de Deus para o mundo, pois seu amor é tão majestoso que enviou seu filho unigênito para salvá-lo.
Sacrifício de jesus. Fonte/Reprodução: original.

Dizem que na época, uma das piores formas de morrer, era a crucificação, tamanha humilhação e dor que o condenado passava, mesmo assim, Jesus suportou essa dor por amor.

Uma data comemorada em todo o mundo, a sexta-feira santa é tão importante quanto o nascimento de Jesus quando comemoramos o Natal. Afinal, através de sua morte Jesus se tornou o Salvador do mundo, fazendo desta data um lembrete do sacrifício de um homem puro em prol dos pecadores.

Gostou de saber sobre a origem da sexta-feira e mais detalhes sobre o período de páscoa? Uma época cheia de significados e claro reflexões.

5 comentários em “Qual a origem da sexta-feira santa?”

Deixe um comentário