Qual a origem dos Matraquilhos?

Saiba a origem dos matraquilhos e o que é aqui no Origem das coisas. Para saber mais sobre o surgimento do jogo, leia aqui!

Considerado uma febre por muitos amantes do futebol e também de jogos, a origem dos matraquilhos, também conhecidos como pebolim ou totó, é algo que passa despercebido. Para aqueles fãs casuais das boas e velhas partidas no final de semana durante a reunião de amigos ou familiares.

Além disso, o jogo vai muito além do que essas partidas em dias esporádicos, possuindo inclusive jogadores profissionais e até mesmo disputas oficiais e campeonatos.

Pensando nesse fato, trouxemos aqui mais informações e detalhes sobre a origem dos matraquilhos e como eles são muito mais do que uma diversão do cotidiano de famílias e amigos.

O que é um Matraquilhos?

Desde a origem dos matraquilhos, ele consiste em um jogo feito em uma mesa retangular que representa um campo de futebol, com os jogadores fixados em barras de ferro móvel nas posições referentes aos times.

O que é um Matraquilhos
Fonte/Reprodução: original

Com isso, os participantes de uma partida podem movimentar os bonecos com o intuito de simular um jogo de futebol real, onde obviamente, o objetivo principal é realizar gols no time adversário.

Qual a origem do Matraquilhos?

Estima-se que o jogo tenha sido criado conforme a evolução do futebol moderno, mas não se sabe com exatidão a origem dos matraquilhos. Contudo, em 1921, o inglês Harold Searles registrou a primeira patente do que pode ser os primórdios do jogo, apelidado então de “Fussball”.

Além disso, até hoje existe uma disputa entre o espanhol Alejandro Campos Ramirez, que afirma ter criado o jogo em 1936, e o alemão Broto Wachter, cuja comercialização das primeiras mesas de matraquilhos datam de 1930.

Como são criados os Matraquilhos?

Os matraquilhos, desde a sua criação, possuem o mesmo formato e esquema de construção, com uma mesa retangular de madeira, barras de ferro móveis e bonecos de chumbo colocados em números variados de 1 a 4 nessas barras.

Embora siga a mesma estrutura de criação desde a origem dos matraquilhos, hoje em dia as empresas adaptam essas estruturas de acordo com a própria máquina de criação do jogo.

As mesas modernas também acabam utilizando materiais diferentes, como estruturas de ferro ou plástico, e também acrescentam detalhes como placares eletrônicos ou sistemas de som.

Quem pode jogar Matraquilhos?

Não existe uma restrição de idade para jogar uma partida de matraquilhos. Contudo, é importante sempre ter cuidado com crianças menores devido as barras de ferro móveis, que ficam expostas e podem acabar causando acidentes.

Como se joga?

Como dito anteriormente, desde a origem dos matraquilhos o seu principal objetivo é simular uma partida de futebol, para isso, os jogadores se posicionam em cada lado da mesa retangular onde podem manusear as barras de ferro para movimentar os bonecos no campo, utilizando os mesmos para acertar a bola do jogo e conseguir marcar gols no adversário.

Durante as partidas, os jogadores devem utilizar estratégia, força e reflexos para não somente atingir a bola e alcançar o gol, como também para se defender e impedir que o adversário também consiga marcar.

Existem competições de Matraquilhos?

Embora não possua uma competição mundial, muitos países tem as suas ligas profissionais de matraquilhos, com competições que reúnem os melhores jogadores daquele determinado local para definir os campeões.

Existem competições de Matraquilhos
Fonte/Reprodução: original

Além destes, existem torneios maiores, realizados nos Estados Unidos, que reúnem participantes de vários locais do mundo, com altos prêmios e também medalhas e troféus para os vencedores.

Agora que você conhece mais da origem dos matraquilhos, quem sabe você não passe a olhar com outros olhos aquela partida acirrada que aconteceu na última reunião de família, ou até mesmo não queira se aprofundar ainda mais nesse mundo do futebol de mesa. Mesmo desconhecido, há muitos fãs e admiradores do nosso clássico pebolim.

Deixe um comentário