Qual a origem do dia da mentira?

Desde a origem do dia da mentira, a comemoração é marcada pela realização de brincadeiras e “pregar peças” em outras pessoas, isso acontece principalmente nos Estados Unidos. 

No Brasil, o dia da mentira é comemorado em 1º de abril. Durante essa data, é comum ver pessoas que tentam mentir para seus amigos ou parentes para no final gerar muitos risos entre eles. Mas você sabe o que ocasionou a origem do dia da mentira no mundo? Confira aqui todos os detalhes.

Qual a origem do dia da mentira?

Mesmo com o trabalho de muitos historiadores, não há um fato concreto que defina a origem do dia da mentira. Todas as principais explicações são apenas teorias do que pode ter ocasionado a origem do dia da mentira. 

De acordo com estudiosos, a origem do dia da mentira se deu na Idade Média, pois há indícios de civilizações que demonstravam esse comportamento em 1º de abril.

De acordo com estudiosos, a origem do dia da mentira se deu na Idade Média, pois há indícios de civilizações que demonstravam esse comportamento em 1º de abril.
Surgimento do dia da mentira. Fonte/Reprodução; original.

Para ser mais exato, a origem do dia da mentira, também conhecida como April Fool ‘s Day em países que utilizam a língua inglesa, aconteceu na França por conta de uma mudança de calendário. 

O Rei Carlos IX havia decretado que todos largassem o Calendário Gregoriano e passassem a utilizar o Calendário Juliano, que mudava as datas das principais tradições e comemorações.

Como começou a tradição do dia da mentira?

Após o decreto da mudança de calendário, o Ano Novo que era comemorado de 25 de março até 1 de abril, passou a ser realizado na data de 1º de janeiro. Com isso, diversos cidadãos do reino se revoltaram e não aceitaram a nova data, o que ocasionou em festas ainda no dia 1º de abril.

Essas pessoas passaram a ser alvo de zombarias por não aceitar as novas datas, assim foram chamadas de Poisson d’Avril, que na tradução do francês significa “Tolos de abril”. Desse modo, a origem do dia da mentira aconteceu oficialmente. Desde então, todo 1º de abril é marcado pela prática de pequenas mentiras, piadas e pregação de peças.

Conforme foi dito, não se sabe ao certo qual a verdadeira origem do dia da mentira. Essa é a teoria mais aceita por historiadores e pesquisadores.

Por que as pessoas pregam brincadeiras no dia da mentira?

Desde a origem do dia da mentira, a data é comemorada com pegadinhas e pequenas mentiras. Tudo é feito na intenção de entreter as pessoas e gerar o máximo de risos possíveis. 

Desde a origem do dia da mentira, a data é comemorada com pegadinhas e pequenas mentiras. Tudo é feito na intenção de entreter as pessoas e gerar o máximo de risos possíveis. 
Como foi desde a origem. Fonte/Reprodução: original.

Na Antiguidade, somente os “tolos” que não seguiam as novas datas eram alvos de brincadeiras, porém quando a data virou tradição, as brincadeiras engraçadas passaram a ser amplamente praticadas e todos se tornaram possíveis alvos. 

Quais as brincadeiras mais famosas do dia da mentira?

Em países como Estados Unidos e Inglaterra, desde a origem do dia da mentira são as chamadas “pegadinhas” que ganham notoriedade durante a comemoração. 

Nos Estados Unidos, durante o dia da mentira de 1980, a BBC divulgou para todos que o Reino Unido tinha a intenção de trocar os ponteiros do Big Ben por uma tela digital. Assim, os primeiros ouvintes que ligassem a rádio poderiam ganhar os ponteiros antigos. Essa mentira ganhou notoriedade por ter feito muitos acreditarem que a notícia era de fato real. 

Outra brincadeira muito famosa envolve a Amazon, que durante a comemoração de 2015, trocou sua página inicial para uma versão antiga e que forçava seus usuários a reviver as primeiras épocas da internet.

No Brasil, desde a origem do dia da mentira, a data é celebrada por pequenas brincadeiras e mentiras contadas entre amigos e familiares. Sendo assim, não é tão forte como nos outros países. Contudo, é preciso deixar claro que todas as brincadeiras aplicadas devem ser com o intuito de gerar risadas e não perigosas ou de mau gosto.

Deixe um comentário