Qual a origem do Cachorro-quente?

Conheça a origem do cachorro-quente e o que é aqui no Origem das coisas. Para entender mais sobre o surgimento do alimento, leia aqui!

Um dos lanches mais queridos no Brasil e no mundo, você sabe a origem do cachorro-quente? Caso você não saiba, não se preocupe, iremos explicar no decorre deste texto a história desse lanche tão amado pelos brasileiros!

Se ficou curioso, leia até o final para saber qual a origem do cachorro-quente e tudo sobre esse lanche tão saboroso e simples de fazer, confira!

O que é o Cachorro-quente?

Apesar de muito famoso, o cachorro-quente é um lanche simples, sua base é apenas sanduíche de pão com salsicha e molho. Porém, pode ser complementado com diversos ingredientes, como: milho, ervilha, maionese, batata palha, ketchup, molhos variados e até mesmo trocar a salsicha por linguiça (o que muitos fazem).

O que é o Cachorro-quente
Fonte/Reprodução: original

O cachorro-quente é, então, aquele sanduíche perfeito para você personalizar com os seus ingredientes preferidos e saborear!

Qual a origem do Cachorro-quente?

Mas por que chamamos o pão com salsicha de cachorro-quente? Essa é uma pergunta que você já deve ter feito para si mesmo. Então vamos saber a seguir qual é a origem do cachorro-quente.

A maioria das pessoas não sabe, mas a origem do cachorro-quente está ligada aos alemães e americanos. Sua primeira versão foi em 1500, na época em que o povo babilônio comia salsicha com pão.

Porém, apenas em 1850, na Alemanha, o nome se popularizou. Isso porque o nome homenageou o cachorro do cozinheiro de Frankfurt, que possuía um formato comprido e parecido com uma salsicha. O cozinheiro era responsável por montar cachorros-quentes deliciosos na região alemã.

Após esse acontecimento, a popularidade do cachorro-quente o levou até os Estados Unidos por Feltman, onde ganhou ainda mais visibilidade e também foi acrescentado alguns tipos de molhos. O cachorro-quente ganhou sucesso a nível nacional, pois era vendido nos estádios de futebol americano.

Como o Cachorro-quente chegou no Brasil?

Já a origem do cachorro-quente no Brasil chegou em 1926, popularizado por influência do empresário Francisco Serrador, que iniciou as vendas de cachorro-quente em seus cinemas.

Como o Cachorro-quente chegou no Brasil
Fonte/Reprodução: original

Desde então, o sanduíche ganhou cada vez mais sucesso e tornou-se o queridinho do povo brasileiro. Fácil, simples e saboroso, o combo perfeito para garantir o sucesso do lanche!

Quais os tipos de Cachorro-quente?

Embora a base seja o pão, a salsicha e o molho, após a origem do cachorro-quente, existem muitos outros tipos, basta usar a criatividade. Sem dúvidas, você nem imagina quanta diversidade esse lanche pode ter! Os tipos de cachorro-quente mais famosos são:

  • Cachorro-quente de forno;
  • Cachorro-quente de pão de queijo;
  • Cachorro-quente no pão (tradicional);
  • Cachorro-quente no pote;
  • Cachorro-quente de espeto.

Agora que você já conhece os diferentes tipos de cachorro-quente, escolha o seu preferido, capriche nos ingredientes e se delicie com esse lanche!

Qual a diferença do Cachorro-quente americano?

O cachorro-quente tradicional que comemos no Brasil e o americano são praticamente iguais, a principal diferença entre eles é em relação à quantidade de ingredientes usados.

Enquanto no Brasil recheamos bastante, o americano é caracterizado por usar poucos componentes. No cachorro-quente americano encontramos apenas o pão, salsicha ou linguiça, ketchup e mostarda.

Depois de tantas informações valiosas sobre a origem cachorro-quente, seus tipos e muito mais, chegou a sua vez de prepará-lo. Já convida os amigos e a família para um encontro e escolhe diferentes tipos de cachorro-quente para o cardápio do dia. Aproveita também e envie esse artigo para aquela pessoa que, assim como você, é apaixonada por cachorro-quente!

Deixe um comentário