Qual a Origem da Primeira Revolução Industrial?

Saber sobre a história e seus fatos, sempre será de extrema importância e aqui falaremos sobre um dos eventos que marcaram o mundo: a origem da Primeira Revolução Industrial, que trouxe muitas inovações para os campos de trabalho e social.

A Primeira Revolução Industrial se deu no ano de 1760, na Europa, com o intuito de mudar o sistema vigente na época, o sistema feudal, para o capitalista. Aqui você descobrirá tudo sobre a origem da Primeira Revolução Industrial, o que ela foi, sua história, etapas e sua finalização. Confira!

O que foi a Primeira Revolução Industrial?

Estabelecido como um movimento ocorrido no século XVIII, a origem da Primeira Revolução Industrial marcou uma grande mudança no que consiste às produções e seus processos. Pode-se dizer que a principal característica da Revolução Industrial é a mudança de como os produtos para venda eram elaborados.

O que foi a Primeira Revolução Industrial?
Fonte/Reprodução: original.

Nesse sentido, antes da origem da Primeira Revolução Industrial, os produtos eram feitos por pequenos produtores, como artesãos em oficinas, bem como eram produzidos tanto por homens quanto por mulheres. Já a partir da Primeira Revolução Industrial, os produtos passam a ser feitos em grandes fábricas, com a operação de máquinas substituindo operários.

Qual foi a origem da Primeira Revolução Industrial?

A Primeira Revolução Industrial teve origem na vontade de mudar os meios e maneiras de produção, além do sistema econômico. Nesse sentido, a origem da Revolução Industrial surgiu a partir da aspiração de tornar o modo de produção mais lucrativo e em grande quantidade, resultando nas grandes fábricas.

Além disso, a Revolução Industrial, cuja origem se deu na Inglaterra, localizada no continente europeu, só foi possível graças à evolução tecnológica e técnica, como o uso da máquina à vapor e o desenvolvimento de materiais como aço e ferro.

Outros países da Europa também foram alcançados pela Revolução Industrial, adotando o novo modelo, como a França, Itália, Bélgica, Itália, Rússia, Alemanha e depois o Japão e os Estados Unidos da América.

Qual a história da Primeira Revolução Industrial?

Além de possuir uma história que ditou, de forma decisiva, o modo de produção, a origem da Primeira Revolução Industrial consequentemente impactou, também, o meio econômico. Sua história consiste, de maneira geral, na transformação do modo de produção, que substituiu a mão de obra do homem para as máquinas.

Em 1698 a primeira máquina a vapor foi criada, no entanto, a tecnologia veio a ser aprimorada mais tarde, em meados de 1765. A partir de 1780, segundo o historiador Eric Hobsbawm, o avanço tecnológico começou a mudar o cenário de produção e comércio de mercadorias.

Qual a história da Primeira Revolução Industrial?
Fonte/Reprodução: original.

Além da produção em larga escala, que barateou o custo de mercadorias, em 1830, com a chegada das locomotivas e a construção das estradas de ferro, a distribuição destas também foi facilitada. Com isso a indústria cresceu cada vez mais, bem como os lucros de seus financiadores.

No entanto, a origem da Primeira Revolução Industrial resultou também em impactos negativos para muitas pessoas que trabalhavam, uma vez que a mão de obra foi precarizada e o valor mínimo pago para os trabalhadores diminuiu, enquanto o tempo de trabalho aumentou. Além disso, as fábricas causavam graves impactos ambientais e na vida rural.

Quais foram as etapas da Primeira Revolução Industrial?

No que consiste os estágios ocorridos durante a origem da Primeira Revolução Industrial, a primeira etapa foi focada na indústria têxtil, que marcou, de fato, o início de uma indústria no geral e o uso de máquinas para agilizar o processo de produção. Em seguida, o uso do carvão tornou-se o principal combustível para o funcionamento das máquinas à vapor.

Por fim, a origem da Primeira Revolução Industrial ocasionou na predominância do capitalismo e liberalismo econômico no sistema de economia, dando grande vantagem para os burgueses, classe que tinha capital para investir nas novas tecnologias e lucrar com elas.

Como finalizou a Primeira Revolução Industrial?

A Primeira Revolução Industrial finalizou de forma que deu seguimento para a Segunda Revolução Industrial, ou seja, com a criação de novas tecnologias, tais como motor movido à combustão e eletricidade.

Mesmo com seu fim, a revolução industrial moldou todo o sistema socioeconômico vigente, afinal a posse de indústrias significava lucro e criou uma divisão que permanece até hoje: a de trabalhadores e patrão (burguesia e proletariado). Ainda, a maquinofatura teve como consequência o capitalismo como sistema econômico principal, e a remuneração dos trabalhadores por hora de trabalho.

Muitas características que vemos atualmente no campo econômico são graças à origem da Primeira Revolução Industrial, que trouxe mudanças mais do que significativas para o corpo social. Por isso, a análise desse evento histórico é essencial para entender muitos fenômenos socioeconômicos atuais.

Deixe um comentário